08/06/2014

6 dicas para uma boa compra de um carro usado

O aumento do IPI foi um balde de água fria para quem planejava comprar um carro zero. Além do retorno do imposto desde janeiro deste ano, a obrigatoriedade do Airbag e freios ABS ajudaram a deixar o sonhado zero ainda mais longe da realidade.


Com o preço dos automóveis novos lá em cima, os usados se tornaram uma opção vantajosa para os consumidores. Nos primeiros quatro meses de 2014, as vendas desses carros cresceram 5,8%, na comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo dados da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores).

A aquisição, no entanto, requer alguns cuidados, uma vez que é muito difícil perceber possíveis problemas mecânicos do automóvel, que podem onerar bastante o investimento inicial e dar muita dor de cabeça ao comprador.

Para quem está na parcela dos que consideram em comprar um carro usado, o Portal do Consumidor do Inmetro reuniu algumas dicas importantes para aproveitar o benefício dessa compra. Confira abaixo:


1. Prefira comprar carros de pessoas próximas

Seja amigo ou familiar, quanto mais próximo for o vendedor, menor o risco. Quem não tem alguém próximo que esteja com um carro à venda, as concessionárias também são uma boa opção. Essa alternativa é menos econômica, mas mais segura que as demais lojas sem bandeira ou de locadoras.


2. Faça um test drive antes de comprá-lo

Apesar de não garantir a segurança na hora da compra, pode ajudar a verificar problemas de fácil percepção como travamento, ruído estranho no motor, freio muito baixo ou barulhos ao frear, entre outros.


3. Atenção na pintura

Diferenças de tonalidade na pintura da lataria pode ser indício de que o carro tenha sofrido algum tipo de acidente.


4. Fique atento à autenticidade dos documentos

Algumas concessionárias já fazem essa verificação. Ao verificar por conta própria, cheque se o número do chassi gravado em vários lugares no veículo, próximo ao motor, no vidro ou outro locais é o mesmo que consta no certificado de propriedade do veículo. 

O órgão lembra que os números e letras da plaqueta de identificação devem estar alinhados, com espaçamento regulares e contornos uniformes. Você também pode entrar no site do Detran da sua cidade e verificar se a placa é original.


5. Procure um mecânico de confiança

Se estiver interessado em comprar um carro de uma pessoa física desconhecida, verifique com o proprietário a possibilidade de levar um mecânico de sua confiança para que ele faça uma avaliação no veículo antes antes de fechar o negócio.


6. Examine a conservação geral do carro

Faça uma revisão geral, olhe bancos, vidros, ar-condicionado, rodas, painel, teto, porta malas etc

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial