29/08/2013

Hipotermia: primeiros socorros

Em nós, seres humanos, a temperatura média corporal é de 35º C. Quando o corpo começa a perder mais calor do que consegue produzir, essa temperatura começa a cair e a pessoa começa a sofrer de Hipotermia. 

A Hipotermia é muitas vezes fatal, pois afeta as habilidades físicas e mentais da vítima e ela nem percebe que esta sofrendo de hipotermia e não consegue aplicar os primeiros socorros ou procurar ajuda médica.

A perda excessiva de calor pode ocorrer por diversas razões, como exposição ao frio intenso, ventos, neve e imersão em águas extremamente geladas, como lagos congelados. A falta de preparação física, a fadiga, a fome e a desidratação aumentam o risco de hipotermia.

Os principais sinais de que uma pessoa está sofrendo de hipotermia são: tremores (em casos de uma hipotermia grave, os tremores cessarão) esgotamento, fala arrastada, perda de memória, confusão, sonolência, falta de energia e ânimo, em crianças a pele apresenta pele fria e vermelha brilhante. 

Se você observar uma pessoa que possa ter sido exposta ao frio e que apresente algum desses sintomas, chame imediatamente socorro médico e preste os primeiros socorros.

Depois que o socorro for acionado, remova da vítima toda e qualquer vestimenta molhada ou úmida e a leve para um lugar quente, longe do frio e do vento. Aquecer a vítima é uma tarefa muito importante, mas deve ser feita com muito cuidado, pois se feita de maneira errada pode piorar o quadro de hipotermia da vítima levando-a a morte.

As primeiras áreas do corpo que devem ser aquecidas são peito, pescoço, cabeça e virilha com cobertores elétricos, normais ou até mesmo com o calor de seu próprio corpo. Bebidas e comidas auxiliam no aquecimento do corpo, mas deve se evitar bebidas alcoólicas e diuréticas. Comidas ricas em carboidratos são ideais. Siga todas essas recomendações enquanto o socorro não chega e não se esqueça de monitorar a vítima estando pronto para aplicar procedimentos de primeiros socorros como massagens cardíacas ou respiração boca a boca se for necessário.


0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial