29/04/2012

Um chiclete leva 7 anos para ser digerido


Se você engole um chiclete, essa goma de mascar permanece no seu sistema digestório por quase uma década. Mas não é uma surpresa, né?
Basta olhar seus ingredientes: um misto delicioso de substâncias indigeríveis (30% são resinas e outras substâncias sintéticas). Além disso, seu próprio nome sugere que o correto é mastigá-lo e não engoli-lo.
E se nos prestarmos a analisar as referências médicas, vira-e-mexe chicletes são causas de problemas graves.
Um dos piores casos, publicado em artigo de 1998 no periódico Pediatrics (Pediatria, em tradução livre), é o de um garoto de quatro anos. Ele era viciado em chicletes desde os 2 anos de idade e, quando começou a comer sete gomas de mascar por dia, seus pais resolveram buscar ajuda médica.
Dentro dele, havia se criado uma grande massa, que já ameaçava obstruir o duto gastrointestinal. Por isso, os médicos que atenderam o garoto tiveram de retirá-la manual e imediatamente.
Quem diria que os avisos histéricos dos seus pais sobre chicletes poderiam estar certos? 

4 comentários:

Gabriel disse...

Já sabia :3 aprendi assistindo Scott Pilgrim

Linkicha disse...

Linkicha - Agregando ótimos links e amenizando o seu tédio: www.linkicha.com.br

Oq disse...

Não é bem por ai,existem 3 casos registrados no mundo envolvendo gomas de mascar, sugiro a leitura destes dois artigos, http://noticias.terra.com.br/educacao/vocesabia/interna/0,,OI3002882-EI8407,00.html e http://www.jornaldoempreendedor.com.br/empreendedorismo-na-web/novidades-pela-net/o-que-realmente-acontece-quando-voce-engole-o-seu-chiclete

Roberto Copeti disse...

è pura lena (mais uma)...
O site referência em lendas urbanas, Snopes.com, pôs um fim aos rumores de que o chiclete ingerido fica em você durante anos, e a medicina confirma a conclusão do site. O gastroenterologista pediátrico David Milov diz à revista Scientific American que ele pode afirmar "com total convicção" que o chiclete ingerido não fica numa pessoa durante sete anos [fonte: Scientific American (em inglês)].
Isso porque o sistema digestivo é bastante eficaz. Quando o alimento é engolido, ele percorre o esôfago e vai até o estômago. Lá, as enzimas e os ácidos passam a trabalhar nesse alimento, começando seu processo de destruição.

Do estômago, o alimento parcialmente digerido é levado para o intestino, onde - com ajuda do fígado e pâncreas - é decomposto em seus componentes. Esses componentes são usados para dar energia ao corpo. Os elementos do alimento que não podem ser usados são enviados ao cólon, onde serão processados em dejetos.

Geralmente, o chiclete é feito de quatro componentes gerais, e nosso corpo consegue destruir facilmente três deles. Os aromatizantes, adoçantes e amaciantes do chiclete não são usados na digestão humana. É a base de goma que gruda. A base de goma é feita principalmente de substâncias químicas sintéticas, que dão ao chiclete a propriedade de ser mastigável. Foi criada para resistir às propriedades digestivas da saliva na boca. Mas, uma vez engolida, mesmo a base de goma sendo exposta ao mesmo tratamento que o alimento comum, e depois de ser considerada inútil pelo sistema digestivo, ela segue o mesmo caminho que qualquer impureza.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial