16/05/2011

Saiba a melhor forma de elaborar seu currículo

Ao elaborar seu currículo, coloque-se no lugar de quem está escolhendo um futuro funcionário. O que você pensaria se encontrasse erros de português no documento ou fotos sensuais do candidato ou candidata? Os exemplos podem parecer bobos, mas esse tipo de equívoco ainda acontece... e muito.

O currículo é o primeiro contato entre o candidato e o selecionador e deve servir como isca para um convite à entrevista. Por isso, tem que ser claro e objetivo. “Não adianta querer contar a vida inteira no currículo. É preciso resumir as qualificações e colocá-las de forma clara. O dia a dia dos selecionadores é muito corrido e eles não têm tempo de ficar lendo um currículo super extenso”, explica Luiz Pagnez, diretor do site Emprego Certo.


É certo que o currículo deve atrair o potencial empregador, mas não adianta usar de qualidades que não podem ser comprovadas por meio do papel. "É desnecessário colocar habilidades que julga ter, como responsabilidade, proatividade, dedicação", diz a consultora da Cia de Talentos, Fernanda Montero. Segundo ela, esses pontos costumam ser explorados na entrevista por meio de perguntas sobre sua maneira de agir em situações diversificadas.


O que o currículo deve ter


Segundo Pagnez, errar pelo excesso é comum, mas o contrário também acontece. “Não dá pra colocar apenas o nome no currículo e acreditar que o selecionador vai adivinhar o resto”, diz.

O ideal é ter um limite. “Um bom currículo não deve nunca ultrapassar duas páginas”, afirma o especialista em RH, Roberto Caldeira.


Caldeira sugere uma ordem para apresentação dos principais dados no currículo:

  1. Dados Pessoais (nome, endereço e contatos;
  2. Objetivo Profissional;
  3. Histórico profissional em ordem cronológica - da mais recente para a mais antiga (com nome da empresa, segmento, ano de entrada, ano de saída, cargo ocupado e principais atribuições);
  4. Histórico Acadêmico (Faculdade, Colégio);
  5. Conhecimentos de idiomas e informática;
  6. Ações de Voluntariado;
Confira agora os principais erros que podem prejudicar seu currículo:
  1. Foto no currículo. Não há necessidade e você ainda corre o risco de errar colocando uma foto que deponha contra sua imagem profissional.
  2. Número de documentos. Esses dados devem ser fornecidos para a empresa no momento da contratação ou a pedido do selecionador, não coloque no currículo.
  3. Layout "pesado". Cuidado com cores e fontes chamativas demais. O currículo ideal deve ser sóbrio e discreto. Use fontes tradicionais e cor preta.
  4. Objetivo não condiz com a formação Tenha foco no currículo. Deixe claro seu objetivo e coloque as formações que correspondam a esse interesse. Não coloque cursos que nada agreguem ao objetivo
  5. Pretensão salarial. Prefira comentar sobre este assunto no momento da entrevista e quando o selecionador falar a respeito. No currículo evite fazer qualquer menção a salário.
  6. Qualificações pessoais. No currículo você deve ressaltar suas experiências, resultados, qualificações profissionais - por meio de cursos, formação. Não coloque características pessoais que você julga ter, isso poderá ser conversado durante a entrevista.
  7. Erros gramaticais. Revise seu currículo antes de enviá-lo a qualquer empresa. Esse é um erro gravíssimo e que pode eliminá-lo da próxima etapa do processo seletivo. Por isso, todo cuidado é pouco
  8. Mentira. A pior armadilha em que um profissional pode cair é mentir em seu currículo. Além de ter grandes chances de se contradizer e passar por situação constrangedora, em alguns casos, não é chamado para a entrevista - o selecionador percebe que as informações estão desencontradas e descarta o profissional
  9. Ser prolixo ou resumir demais. Não adianta querer contar a história profissional no currículo, ao mesmo tempo, deixar de citar realizações importantes e experiências também desfavorece. Decida por ser claro e, preferencialmente, fazer seu currículo em tópicos. Você terá tempo de falar sobre eles na entrevista.
  10. Viagens culturais. Não faz sentido colocar esse tópico no currículo, a menos que a área de interesse seja turismo. Caso contrário, deixe suas experiências pessoais de fora.

Boa Sorte pra você!

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial