17/04/2011

Curtinhas da Equipe BemStar

Café da manhã reforçado não ajuda na dieta

Um estudo do Centro de Medicina Nutricional de Munique, na Alemanha, derrubou o mito de que um café da manhã reforçado ajuda a emagrecer.
Os pesquisadores analisaram o que 380 pessoas comiam ao acordar. Os que comeram grandes quantidades de comida no café da manhã- no caso uma refeição de 400 calorias- acabou ganhando essas calorias no fim do dia.
Os médicos ressaltam que o fundamental ao acordar é ter uma alimentação rica em frutas, grãos e carboidratos, no caso, pão integral, e manter o metabolismo acelerado, fazendo lanchinhos rápidos e saudáveis de três em três horas. Esse hábito ajudará o corpo a queimar mais calorias.

Estudo libera a ingestão de meio litro de cerveja por dia

Uma pesquisa chegou para tranquilizar os apaixonados por cerveja. De acordo com o estudo do Colégio Oficial de Médicos de Astúrias, o consumo moderado da bebida não engorda e não cria a famosa barriguinha de chope.
Segundo os cientistas envolvidos com a pesquisa, é liberado o consumo de até meio litro diário de cerveja, desde que associado a uma dieta mediterrânea. A dieta é caracterizada pela abundância de pão, massas, verduras, saladas, legumes, frutas, azeite de oliva, aves e pouca quantidade de carne vermelha.
O estudo demonstra que a cerveja bebida com moderação não provoca aumento da massa corporal nem acúmulo de gordura na cintura. Os médicos recomendam uma dose diária de dois copos para as mulheres e de três para os homens, desde que eles sigam uma dieta equilibrada e pratiquem exercícios.

Exercícios físicos curam a depressão

A depressão e doenças do coração serão o grande mal dos próximos 10 anos. A conclusão é da Organização Mudial da Saúde, OMS. A baixo autoestima, tristeza, desesperança e desespero acompanham a doença. Mas segundo a OMS, os exercícios físicos melhoram e podem até curá-la.
A produção de endorfina provocada pelos exercícios seria uma das explicações. A atividade física desencadeia uma secreção de endorfina capaz de provocar um estado de euforia natural, o que alivia o estado da depressão.
Os exercícios também regulam a neurotransmissão da noradrenalina e da serotonina, que aliviam os sintomas da doença. Além disso, uma boa condição física aumenta a autoestima e dá saúde e bem estar.

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial