31/01/2009

O jiu jitsu está de luto..


Faleceu o grande nome de uma arte marcial que representa o Brasil no mundo inteiro. O grande mestre do jiu jitsu, Hélio Gracie nos deixou na sexta feira dia 29.


Hélio Gracie tinha 95 anos de idade e junto aos seus irmãos, reformularam a modalidade e tornaram a mesma conhecida mundialmente.


O Jiu-jitsu começou muitos anos atrás, na India, época de Buda. Os monges budistas viajavam muito e eram saqueados. Para evitar isto, eles inventaram uma forma de defesa dai nasceu o jiu-jitsu.


Jiu-jitsu ao pé da letra significa arte suave e tem três princípios básicos: a técnica, a alavanca e a base.


Depois da India foi para a China e posteriormente para o Japão. No Japão a arte perdeu força com a popularização do Judô e, em 1914, veio para o Brasil através do lutador Mitsuyo Maeda.


Os Gracies aprenderam Jiu-Jitsu com Maeda e vieram para o Rio de Janeiro montando a primeira academia brasileira de jiu-jitsu em 1925, e de lá para cá o jiu-jitsu foi muito aperfeiçoado pela familia gracie.


Hélio que era um grande inimigo da violência urbana, criou o Jiu-Jitsu com o objetivo de proporcionar uma chance aos mais fracos enfrentarem os mais pesados e fortes dentro de uma competição regulamentada.


Sempre que podia, repudiava publicamente atos isolados de jovens que utilizavam a arte contra pessoas em situações do dia a dia.


Graças a ele, hoje o Jiu Jitsu é considerado uma arte marcial genuinamente brasileira e chega até a superar o boxe em alguns momentos quando o assunto é visibilidade e arrecadação.


Com certeza, Hélio Gracie é um dos grande nomes do esporte brasileiro.


Mais informações:






1 comentários:

Anônimo disse...

e uma grande perda ,sendo que a primeira pessoa que me incentivou a praticar o esporte foi uma entrevista que assisti na tv .meus pesames a toda familia GRACIE.de fortaleça cada coração.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial