11/01/2009

DIABETES

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas e tem a função de fazer com que a glicose presente nos alimentos que ingerimos e presente no sangue através da digestão, entre nas células e mantenha o funcionamento do nosso corpo.

Quando o pâncreas não produz esse hormônio temos o que chamamos de Diabetes Tipo I, e é comum em crianças.

Quando a produção de insulina é normal e as células do nosso corpo não assimilam a entrada desse hormônio para ‘digerir’ a glicose sanguínea temos a Diabetes Tipo II. Essa variação vem crescendo e atingindo cada vez mais os adultos.

Ambos tipos de diabetes apresentam predisposição genética, porém, no que diz respeito ao Tipo II, que cresce também entre os jovens, além da hereditariedade, os hábitos de vida e a obesidade contribui com o surgimento da doença.

Alguns sintomas são a necessidade de se aumentar a ingestão de líquidos, maior sensação de sede e fome, maior freqüência urinária, além de possível perda de peso e fadiga excessiva.

As principais complicações vão desde processos inflamatórios rins, coração, olhos, podendo levar até a perda total da visão, problemas neurológicos e dificuldade na cicatrização de feridas simples o que, em ultimo caso, pode até levar a amputação de um membro.

Sabendo disso, fique atento! Procure sempre fazer exames médicos de rotina para acompanhar seus níveis de glicose no sangue e qualquer dúvida, procure um médico.

Nunca é demais lembrar que praticar exercícios físicos e manter uma alimentação equilibrada evita diversas complicações, entre elas, a diabete.

Até mais e boa semana!!!


Mais informações...


0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial